SONGS

home

Index | Unseen songs | Unfinished songs | Covers | Complete list of songs | Songs by record | Translations


 

TITLE. LYRICS - PORTUGUÊS

Studio version

Exibição de atrocidade

Asilos com portas abertas de par em par
Em que pessoas pagaram para ver o interior
Como espectáculo vêem o seu corpo torcer-se
Por trás dos olhos ele diz: "Ainda existo"
É por aqui, é entrar

Mata em arenas por um prémio
Ganha um minuto para acrescentar à vida
Mas quem grita por mais afoga o nojo
Queira Deus que seja depressa, vê-o cair
É por aqui, é entrar

Verão os horrores de um local distante
Os arquitectos da lei, cara a cara
Verão o assassínio em massa numa escala nunca vista
E todos os que se esforçaram pelo sucesso
É por aqui, é entrar

E eu recolhi os caprichos de um milhar ou mais
Ainda seguindo o caminho enterrado há anos
Toda a madeira morta de selvas e cidades em fogo
Não podem substituir ou narrar, não podem libertar ou consertar
Pega-me na mão e mostrar-te-ei o que foi e será


 

ALTERNATE LYRICS

All Portuguese translations

English version

Translations: Español | Français | Italiano